Análise wavelets do comportamento temporal das taxas de internações por Diarreia antes e após a vacina contra o rotavirus no estado do Paraná

Bianca Kodama, Eniuce Menezes De Souza, Maria de Lourdes T. Masukawa, Taqueco T. Uchimura

Resumo


Neste artigo, o comportamento espaço/temporal/sazonal das taxas de hospitalização por diarreia aguda em menores de um ano nas 6 macro regionais do estado do Paraná, no período de 2000 a 2010 é analisado a partir de metodologias tanto no domínio do tempo

quanto frequência. Na análise de séries temporais, são frequentes os casos em que não é possível induzir a estacionariedade, de modo que a maioria dos métodos tradicionais para séries temporais não podem ser aplicados. Nesse sentido, a análise wavelets vem se mostrando como uma ferramenta importantíssima. Uma versão modificada das wavelets, chamada de não decimada, é invariante por translação e tem propiciado excelentes resultados na análise de séries temporais. É possível realizar uma decomposição da variância total da série temporal em diferentes escalas. Diferentemente das usuais wavelets decimadas, o mesmo número de coeficientes é mantido em cada escala na decomposição, permitindo que toda correspondência temporal seja mantida na análise. Uma vez que a variância de uma determinada série é decomposta em diferentes escalas, fenômenos anteriormente ocultos podem ser revelados, tais como sazonalidades, variações cíclicas, pontos de mudança, etc. Os resultados se mostraram promissores na investigação do comportamento das internações e do rotavirus, principalemente em relação à sazonalidade.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5540/03.2013.001.01.0118

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato