Reconhecimento de Apneia através de Redes Neurais

Cristina Zaniol, Maria Cristina Varriale, Evandro Manica

Resumo


A apneia é um distúrbio do sono caracterizado pela interrupção ou redução do fluxo de ar por pelo menos 10 segundos, cuja severidade é dada pelo AHI (Apnea Hypopnea Index ). Em geral, o diagnóstico da apneia é feita com base na Polissonografia, exame no qual são extraı́dos sinais que fornecem informações como Eletrocardiograma (ECG), Eletroencefalograma (EEG), saturação do oxigênio no sangue (SpO2 ), entre outros. Outras alternativas tem sido desenvolvidas para verificar quais os sinais dentre aqueles que compõe a Polissonografia poderiam ser utilizados prioritariamente no diagnóstico, proporcionando uma redução de custos e, também, o aumento do conforto do paciente. Neste trabalho utilizou-se os dados da saturação do oxigênio, para a extração de parâmetros, e as Redes Neurais, para o reconhecimento de padrões da apneia, na análise de 25 pacientes presentes no banco de dados da UCDDB, do St. Vincent’s Hospital, em Dublim. Ainda que promissores, os resultados obtidos não permitem a classificação efetiva dos pacientes.


Palavras-chave


Redes Neurais, Doenças do Sono, Apneia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5540/03.2017.005.01.0061

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato