Modelo Hı́brido para o Crescimento Tumoral do Carcinoma Avascular

Heber Rocha, Regina Almeida, Ernesto Lima

Resumo


crescimento tumoral é resultado de uma série de complexos fenômenos que ocorrem em múltiplas escalas de tempo e espaço. Na escala sub-celular ocorre uma variedade de cascatas de reações moleculares que regulam as atividades celulares. Na escala da célula, destacam-se os mecanismos de agregação, adesão e sinalização entre células e entre os componentes do microambiente. Fenômenos tı́picos dos meios contı́nuos ocorrem na escala do tecido, tais como difusão de nutrientes, fatores de crescimento, etc. Eventos que ocorrem em uma escala interferem com os que ocorrem em outras e vice-versa, de modo que o entendimento destes mecanismos é fundamental para a compreensão da doença e para o desenvolvimento de terapias. Neste trabalho, desenvolvemos um modelo hı́brido que representa fenômenos que ocorrem nas escalas tecidual e celular. A escala celular é descrita através de um modelo baseado em agentes (MBA), que possibilita tratar cada célula individualmente e descrever seu comportamento no microambiente. Na escala do tecido representamos a dispersão de nutrientes no meio através de uma equação diferencial parcial de difusão-reação. Sem perda de generalidade, este modelo é usado para descrever o crescimento tumoral do carcinoma avascular e experimentos computacionais são realizados para demonstrar o potencial uso da metodologia desenvolvida.


Palavras-chave


Crescimento tumoral, modelo hı́brido, modelo baseado em agentes.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5540/03.2017.005.01.0064

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato