Modelos de Regressão Aplicados na Obtenção da Densidade Ideal de Semeadura em Aveia

Osmar Bruneslau Scremin, Rubia Diana Mantai, Ana Paula Brezolin Brezolin, Anderson Marolli, Ari Higino Scremin, Roberto Saulo Cargnin, José Antonio Gonzalez da Silva, Ângela Teresinha Woschinski De Mammann, Janina Paula Piasecki Scremin, Juciara Faganello

Resumo


A densidade de semeadura em cultivares de aveia branca é um dos fatores que
influencia diretamente a produtividade e qualidade industrial de grãos. Propôs-se por este estudo determinar a densidade ideal de semeadura para cultivares de ciclo precoce, na expressão dos caracteres de produção e da qualidade industrial de grãos. O experimento disposto em blocos casualizados com quatro repetições de arranjo fatorial simples 3 x 2, para densidades de semeadura (300, 500 e 700 sementes m2 ) e cultivares de aveia (URS–Taura e URS–Tarimba), espectivamente, no ano de 2013. Para avaliação do estudo fez-se uso de modelos de regressão e análise de variância, para a determinação da densidade ideal. A partir das determinações, a densidade ideal para o cultivo de aveia branca de ciclo precoce
é ao redor de 500 sementes por m2.


Palavras-chave


Avena Sativa L., sistemas de cultivo, produção e qualidade industrial de grãos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5540/03.2017.005.01.0407

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato