Um modelo de otimização multiobjetivo com influência da pluviosidade no controle do mosquito da dengue

Amália Vieira de Vasconcelos, Rodrigo Tomás Nogueira Cardoso, José Luiz Acebal Fernandes

Resumo


Atualmente, a dengue é a principal arbovirose que acomete o ser humano. Dada
a inexistência de alguma vacina preventiva eficiente é necessário combater o mosquito transmissor da doença para conter o crescente número de casos no paı́s. Este trabalho visa estudar o efeito da aplicação de inseticidas e/ou larvicidas durante o verão, considerando um modelo de otimização multiobjetivo que leva em conta a influência da pluviosidade, com o objetivo de minimizar a população de mosquitos bem como o tempo de aplicação, uma vez que os
custos financeiro e social para a aplicação de controle são consideráveis. Foi utilizado o algo-ritmo genético NSGA-II para as simulações computacionais e a obtenção do conjunto Pareto ótimo. Aplicando as duas estratégias de controle propostas, o controle degrau concomitante e o controle decrescente concomitante, observou-se a diminuição do número de mosquitos Aedes aegypti ao longo do tempo, conseguindo uma estimativa do esforço que deve ser feito
para controlar o vetor e, assim, as doenças que ele transmite.


Palavras-chave


Otimização Multiobjetivo, Algoritmos Genéticos, Controle da Dengue.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5540/03.2017.005.01.0480

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato