Análise do custo da cesta básica em Poços de Caldas

Luiz Felipe Ramos Turci, Patrícia Neves Mendes, Beatriz Alexandra da Silva

Resumo


As Comissões do Salário Mínimo, para orientarem o valor do salário mínimo, levam em conta a garantia de compra da cesta básica, que não deveria ultrapassar o percentual de 20% do salário mínimo.

Assim sendo, um possível indicador para a inflação seria a diferença percentual entre 20% do salário mínimo nacional e o valor médio da cesta básica nacional, ou ainda a relação entre o índice de reajuste do salário mínimo nacional e o índice de preços da cesta básica nacional. A inflação é medida por vários índices, entre eles o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) adotado pelo governo federal como termômetro da inflação no Brasil [3].

 No Brasil, um dos órgãos que faz o acompanhamento do preço médio da cesta básica nacional em todas as regiões do país é o DIEESE. Na cidade de Poços de Caldas−MG, a Procuradoria do Consumidor (PROCON) também faz esse acompanhamento. O PROCON de Poços de Caldas contudo, não segue a metodologia do DIEESE [1], adotando uma metodologia própria com uma lista de 40 produtos, com marcas fixadas pelo próprio PROCON, além de não incluir alguns itens da cesta básica nacional (a saber: banana, batata, manteiga e tomate).

Neste trabalho, apresentam-se os resultados do projeto Compre Bem UNIFAL-MG em que se analisou a variação do preço médio da cesta básica em Poços de Caldas seguindo a metodologia DIEESE. O preço médio de cada item da cesta foi obtido em 7 supermercados da cidade − optou-se sempre pelo menor preço sem fixar-se a marca do produto. Os levantamentos de dados foram realizados quinzenalmente iniciando dia 17 de setembro de 2014, e encerrando-se em 19 de agosto de 2015. Os resultados são comparados, via correlação de Pearson, com os dados do PROCON Poços de Caldas, DIEESE Belo Horizonte e IPCA. O cálculo da variação acumulada de preço no período seguiu a metodologia de cálculo utilizada no cálculo do IPCA [2]. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato