Análise do filtro de kalman estendido para determinação de órbita a bordo considerando arcos curtos

Ana Paula M. Chiaradia, Hélio. K. Kuga, Bruna Y. P. L. Masago

Resumo


Este trabalho trata-se de determinação de órbita usando sinais GPS. Um caso especial de arcos truncados é a questão principal, isto é, será suposto que os dados do receptor GPS somente estarão disponíveis quando o satélite com um receptor GPS abordo estiver sobrevoando uma estação terrestre de rastreamento. Para analisar o comportamento de um filtro de Kalman estendido (EKF) na determinação de órbita de satélites em tempo real usando arcos curtos de dados é usado o algoritmo desenvolvido por Chiaradia et. al. (2013). Este algoritmo foi anteriormente qualificado usando as medidas GPS de pseudodistância real em uma única frequência do satélite Topex/Poseidon (T/P) como dados de observações do filtro Kalman e, por esta razão, é usado como referência neste trabalho. No entanto, estes dados reais são truncados, como se eles tinham sido coletados pela esta- ção do Centro de Controle e Rastreamento do INPE em Cuiabá, Brasil. Ou seja, os dados são obtidos somente quando o satélite T/P está na área de visibilidade da estação brasileira de Cuiabá. O comportamento do filtro de Kalman é analisado. Os resultados da pesquisa são apresentados mostrando a degradação do desempenho quando comparado com a determinação da órbita de arco completo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5540/03.2013.001.01.0175

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato