Análise exploratória da distribuição espaço-temporal dos desastres socioambientais no estado de São Paulo, período 2000 – 2015

Camila Bertini Martins, Viviana Aguilar Muñoz, Carolina Locatelli Colla

Resumo


A compreensão do risco de desastres é e a primeira das quatro prioridades do Marco de Ação de Sendai [2], do qual o Brasil é signatário. O plano de ação para implementar esta prioridade, nos contextos local, regional e global, faz especial ênfase na coleta, organização, manutenção e disponibilização de bases de dados sobre ocorrências de desastres em escala detalhada, que incluam a valoração das perdas e informação desagregada sobre a vulnerabilidade da população afetada. Esta informação é primordial para obter indicadores sobre o impacto dos desastres em todas as escalas, conhecimento sobre os riscos e, para dar suporte à formulação de políticas públicas de mitigação e de estratégias de planificação do território.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato