Influence of the hrv time series length on the predictive ability for adverse clinical events

Laurita dos Santos, Joaquim J. Barroso, Elbert E. N. Macau, Moacir F. de Godoy

Resumo


Time series length, Poincaré plot, ROC curve analysis, Heart Rate Variability.  Resumo— A variabilidade da frequência cardíaca (VFC) tem sido apontada como uma metodologia simples e adequada para avaliar a homeostase de um indivíduo. A VFC pode ser facilmente medida obtendo-se os intervalos RR do sinal gerado do coração, a partir de monitores cardíacos como o Polar e/ou Holter. O principal objetivo desse estudo foi verificar a influência do tamanho das séries temporais com habilidade de predizer a ocorrência de eventos adversos usando a variabilidade da frequência cardíaca. Os resultados indicam que as séries temporais com 1.000 intervalos RR mantêm a mesma capacidade de interpretação clínica de séries até 3.000 intervalos RR. A capacidade de predição foi avaliada pela curva ROC, e diferenças estatísticas não significativas foram encontradas para as séries curtas e longas analisadas.  Keywords— Gráfico de Poincaré, Análise da curva ROC, Tamanho das séries temporais, Variabilidade da Frequência Cardíaca.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5540/03.2013.001.01.0213

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato