Métodos matemáticos para o coeficiente de desoxigenação

Patrı́cia C. Zachi, Liara J. Vernier, Patricia Rodrigues Fortes, Mariza Camargo, Raphael C. Medeiros

Resumo


Existem processos matemáticos e estatı́sticos para a determinação do coeficiente de desoxigenação (k1 ), sendo que inicialmente tais estimativas partem de dados de análises laboratoriais da Demanda Bioquı́mica de Oxigênio (DBO), exercida durante vários dias, para estimar a taxa de desoxigenação de amostras de água. Esta taxa de desoxigenação refere-se à velocidade com que o oxigênio é utilizado para degradar a matéria orgânica presente no efluente ou curso d’água [1]. Quando os efluentes são lançados em águas superficiais ou subterrâneas, é possı́vel observar que com o passar do tempo, tais recursos hı́dricos começam a sofrer um processo chamado de autodepuração, podendo recuperar suas caracterı́sticas iniciais. Com isso, obter o coeficiente de desoxigenação poderá contribuir com estimativas mais eficientes de autodepuração, sendo um parâmetro essencialmente utilizado na modelagem do oxigênio dissolvido.[...]


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato