Modelo Matemático e Simulações Computacionais para a Infecção de Dengue em Lactentes com Imunidade Passiva

Felipe de Almeida Camargo, Thiago Mariotto de Oliveira, Diego Samuel Rodrigues, Paulo Fernando de Arruda Mancera, Cláudia Pio Ferreira, Fernando Luiz Pio dos Santos

Resumo


A dengue é uma patologia causada por um arbovı́rus da famı́lia Flaviviridae, e seu principal vetor é o mosquito Aedes aegypti, cuja distribuição geográfica é ampla em regiões tropicais e subtropicais. Apesar da erradicação da dengue estar longe de ser atingida, diversas alternativas para prevenção da doença e outras profilaxias têm sido propostas [3]. Na literatura são relatadas quatro sorotipos da dengue (DENV-1, DENV-2, DENV-3 e DENV-4), podendo qualquer um desses ocasionar alterações fisiológicas de diferentes severidades, como febres leves, febre hemorrágica da dengue (FHD) ou sı́ndrome do choque da dengue (SCD) [1]. Após um curto perı́odo de proteção cruzada, os indivı́duos recuperados de uma infecção primária se tornam suscetı́veis à infecção por sorotipos heterólogos em infecções secundárias, elevando substancialmente o risco de ocasionar a dengue hemorrágica [4].[...]


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato