Uma Experiência de Sala de Aula Invertida Como Metodologia de Ensino-Aprendizagem de Cálculo I: desafios e possibilidades

Rutyele R. Caldeira Moreira

Resumo


O presente texto se propõe a apresentar uma experiência metodológica implementada no ano de 2017, na disciplina Cálculo I do curso de Engenharia de Computação do CEFET - Timóteo - MG. Trata-se da Sala de Aula Invertida (ou Flipped Classroom) - uma metodologia de ensino-aprendizagem que consiste em ”inverter”os papéis desempenhados pelos alunos na sala de aula e fora dela, no que se refere à sala de aula tradicional. Na sala de aula tradicional de Cálculo I em cursos de Engenharia no Brasil, frequentemente, os alunos acompanham de forma ”passiva”a exposição dos conteúdos feita pelo docente na sala de aula, e, fora da sala de aula eles fazem exercı́cios para fixar os conteúdos estudados. Na Sala de Aula Invertida, grupos ou duplas de alunos fazem exercı́cios e aprendem aplicações referentes ao conteúdo estudado fora da sala de aula com o auxı́lio de instrumentos - tais como video-aulas [2].


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato