Fluxo de Calor Estacionário em uma Vareta Combustível Vazada com Seção Transversal de Formato Bicôncavo

Maria Vitória Aguiar de Oliveira, Danielle Gonçalves Teixeira, Antonio Carlos Marques Alvim

Resumo


Um dos objetivos da engenharia nuclear é desenvolver novos projetos de células combustı́veis para reatores nucleares que visam aumentar a eficiência da transferência de calor sem afetar as barreiras de segurança [1]. Mudar os parâmetros geométricos da célula pode otimizar a distribuição de temperatura pelos componentes. As células combustı́veis de seção bicôncava [2] podem otimizar a transferência de calor pelos componentes (combustı́vel e revestimento) sem ultrapassar a temperatura limı́trofe suportável. A análise dos perfis de temperatura radial é importante para estabelecer, preliminarmente, os parâmetros de segurança num projeto de elemento combustı́vel (EC). O objetivo é modelar a equação de fluxo de calor no estado estacionário para uma vareta combustı́vel vazada com seção transversal no formato bicôncavo. Com este modelo [3], foi possı́vel obter as equações que determinam os perfis de temperatura em cada componente da vareta.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato