Uso de Redes Complexas no Diagnóstico de Epilepsia

Mário L. Vicchietti, Gustavo H. Tomanik, Andriana S. L. O. Campanharo

Resumo


A epilepsia é uma doença cerebral crônica que afeta 1% da população mundial e é caracterizada por crises epilépticas. As crises epilépticas são episódios de inconsciência e contrações musculares involuntárias que se dão em decorrência de descargas elétricas desordenadas nas células neuronais [5]. O eletroencefalograma (EEG) é um exame capaz de detectar as atividades neurofisiológicas do cérebro e, portanto, desempenha um papel fundamental no diagnóstico da epilepsia [5]. No entanto, o EEG possui limitações, pois os sinais são frequentemente contaminados por ruı́dos e interferências, o que causa falsas impressões em análises subjetivas. Neste, sentido, métodos matemáticos são aplicados a fim de analisar objetivamente esses exames, evitando assim, os falsos diagnósticos [5]. [...]


Palavras-chave


Crises epilépticas. Células neuronais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato