Evacuação de pedestres em situação de pânico modelada através de autômatos celulares

Daniel Gonçalves, Danielli Araújo Lima

Resumo


A análise do fluxo populacional em ambientes de risco utilizando-se autômatos celulares (ACs) vem sendo um tema recorrente em trabalhos nos últimos anos devido à influência que podem ter sobre os projetos de construção predial e na implementação de medidas de emergência mais eficazes [2]. Os ACs são modelos matemático-computacionais compostos por um reticulado de dimensão d, dividido em células xij de mesmo tamanho, cada uma apresentando um estado k e com uma geometria definida. Os estados das células são regidos por uma regra de transição, sendo que quando a aplicamos por T passos de tempo obtemos a evolução espaço-temporal do modelo. Há uma vasta gama de estudos envolvendo a dinâmica de pedestres, porém em sua maioria os modelosdesenvolvidos são compostos por um reticulado 2D com Ai saı́das em que as células xij recebem valores especı́ficos - distância Euclidiana de uma célula xij até uma saı́da Ai . O objetivo de cada pedestre é sair do reticulado através de uma rota otimizada em uma das saı́das Ai . O tempo final T de evacuação é calculado quando todos os pedestres evacuam do reticulado. [...]


Palavras-chave


Análise do fluxo. Dinâmica de pedestres.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato