Avaliação do Mercado da Construção Civil utilizando Ciência de Dados

Sávio Aparecido dos Santos Pereira, Iury Costa Barros, Arlam Carneiro Silva Junior, Diogo Gonçalves Dias

Resumo


A construção civil apresenta grande volatilidade, sendo importante termômetro para economia de uma região. Diante da crise política e econômica brasileira, a partir do ano de 2013, percebe-se grande baixa na demanda por mão de obra no setor da cons- trução [4]. Índices são produzidos para medir o desempenho desse mercado. Dentre os principais índices da construção civil pode-se citar o Índice Nacional do Custo da Construção (INCC), Índice de Confiança da Construção (ICST), ambos produzidos pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), e a Pesquisa Anual da Indústria da Construção (PAIC), produzido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O INCC, divulgado primeiramente em 1950, é responsável por avaliar o custo da construção, sendo coletado em sete capitais: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Porto Alegre e Brasília, e divulgado mensalmente [1]. O ICST é uma sondagem realizada no setor da construção com a finalidade de monitorar e antecipar as tendências desse mercado, sendo publicado mensalmente desde Julho de 2010, e a coleta de dados é feita através de 13 perguntas, direcionadas a empresários da área, a fim de avaliar qualitativamente o mercado da construção civil [2]. O PAIC é uma pesquisa divulgada anualmente com o objetivo de mostrar características estruturais do setor da construção, sendo a principal fonte estatística do setor [3]. Utilizando esses três índices, esse trabalho tem como objetivo analisar o mercado da construção civil utilizando conceitos de Ciência de Dados, Estatística e Álgebra Linear. [...]

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato