Modelagem computacional de flutuações térmicas em glóbulos vermelhos

Mateus Paranaı́ba Ribeiro, Roberto Federico Ausas, Luca Meacci, Gustavo Carlos Buscaglia

Resumo


O comportamento micromecânico das hemácias ou glóbulos vermelhos tem grande relação com seu papel funcional [2]. Estes, consistem basicamente de uma bicamada lipídica fluídica, conectada por proteínas transmembranais à uma rede de espectrinas, chamada de citoesqueleto, que ajuda a manter seu formato durante o movimento. O citoesqueleto é modelado por junções ligadas por molas que são governadas pela uma lei não linear conhecida como ”worm-like-chain” [3], [4] e [5]. Já para a bicamada lipídica um modelo continuo é utilizado, no qual a superfície é dotada de uma energia de flexão e um comportamento viscoso superficial governado pela lei de Boussinesq-Scriven, junto com restrições de área e volume. Por simplicidade, nesta formulação matemática do problema, as componentes estão completamente ligadas. Do ponto de vista discreto, uma única triangulação é utilizada para representar ambas as componentes. Um aspecto importante a ser considerado é o das chamadas flutuações térmicas, pela interação da hemâcia com o meio ambiente, as quais tem relevância pelas pequenas escalas espaciais e energéticas envolvidas. [...]

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato