Códigos Esféricos para Modulação do Espaço de Stokes

Bruno Gomes de Oliveira, Ivan Aritz Aldaya Garde, Cintya Wink de Oliveira Benedito

Resumo


Os requerimentos cada vez mais exigentes de capacidade de transmissão estão forçando as operadoras de telecomunicações a desenvolver sistemas de alta eficiência espectral. A modulação do espaço de Stokes, onde a informação é codificada no estado de polarização (state of polarization, SoP) da luz, emerge como uma potencial alternativa aos formatos tradicionais adotados em comunicações ópticas, [3]. O SoP de uma onda pode ser descrito em termos dos parâmetros de Stokes [S0 , S1 , S2 , S3 ], os quais satisfazem a condição S02 = S12 + S22 + S32 . Dessa forma, quando a intensidade da onda é constante, ou seja, S0 é fixado, podemos representar os demais parâmetros em um esfera de Poincaré de raio S0 , [2]. Um código esférico em R3 é um subconjunto finito de pontos na esfera C2 . Um código esférico é dito ótimo, quando seus pontos estão distribuídos com a maior distância mı́nima possı́vel, [1]. O objetivo deste trabalho é relacionar os parâmetros de Stokes dos SoPs com um código esférico ótimo, a fim de otimizar o desempenho do sistema de comunicação. Em particular, apresentaremos tal relação para 4 e 8 pontos na esfera de Poincaré, os quais correspondem a palavras-código com 2 e 3 bits por símbolo. [...]

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato