Aplicação da Função de Estabilidade Mestra em um Modelo de Redes de Economias Acopladas

Amaury S. Amaral, Victor E. Camargo M., Fernando F. Ferreira

Resumo


Neste trabalho estudamos a interação entre sistemas dinâmicos não linear que
representam a macroeconomia simplificada. O modelo é uma versão modificada e estendida do oscilador de Van der Pol. Considerou-se apenas três variáveis de estados: a entrada de capital estrangeiro, a poupança das famı́lias e o produto interno bruto. Com efeito, analisamos possı́veis padrões que resultam desta dinâmica bem como mudanças estruturais quando se varia o fluxo de capital estrangeiro, escolhido aqui como o parâmetro de controle. Há uma riqueza de comportamentos dinâmicos que podem ser obtidos via simulações numéricas.
Para certos valores do parâmetro de controle ocorre a sincronização entre as economias. Contudo, elas podem ser instáveis. Assim, aplicamos o método da função de estabilidade mestra (Master Stability Function) para avaliar a estabilidade. O resultado principal foi observar a ocorrência de sincronizações instáveis quando o acoplamento foi unidirecional, e estável no caso bidirecional. Além disso, o método de análise permite que se explore um número arbitrário de economias acopladas com diferentes topologias de redes.


Palavras-chave


Rede complexa, Economia de rede, Sincronização, Estabilidade, Oscilador de Van der Pol.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5540/03.2020.007.01.0355

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato