Modelo Matemático de Transmissão e Controle do Mosquito Aedes aegypti

Josenildo Silva de Lima, Rodrigo T. N. Cardoso

Resumo


Neste artigo, propomos um modelo descrito por um sistema de equações diferenciais parciais do tipo difusão-reação para analisar a dinâmica da propagação de uma infecção por dengue e formulamos um problema de otimização com o objetivo de minimizar a população de mosquitos e o tempo de investimento no controle, aplicando inseticidas e larvicidas durante o verão. Utilizamos decomposição de operadores, diferenças finitas, Runge-Kutta de quarta ordem e o algoritmo real genético polarizado para as simulações numéricas e computacionais. Aplicamos o controle degrau concomitante, onde, num estudo preliminar, observamos a diminuição do número do mosquito do Aeds aegpyti ao longo do tempo e do espaço.

Palavras-chave


Sistema de Difusão-Reação, Otimização Mono-objetivo, Algoritmo Genético, Controle do Aeds aegpyti.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5540/03.2020.007.01.0404

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato