Lockdown contra a Covid-19 funciona ou não? Um estudo de caso com o município de Araraquara

Marilaine Colnago, Wallace Casaca, Cássio Machiaveli Oishi, Fábio Vinicius Amaral, José Alberto Cuminato

Resumo


O presente trabalho apresenta uma análise da evolução da Covid-19 no município de Araraquara, localizado no interior do Estado de São Paulo. Essa análise tem como objetivo investigar a eficiência do lockdown como estratégia de contenção no avanço do novo coronavírus, através da análise dos dados de casos confirmados, internações, óbitos e do número efetivo de reprodução do vírus. Para isto, foi realizado um estudo comparativo envolvendo os dados do município de São Carlos-SP, bem como o número de novos óbitos por 100 mil habitantes dos municípios paulistas de Presidente Prudente, Dracena e Jaú que, assim como São Carlos, não implementaram um regime de lockdown permanente. Os resultados obtidos demonstram que a adoção de medidas mais rígidas de redução de circulação de pessoas foi capaz de diminuir significativamente os indicadores relativos à disseminação da Covid-19 em Araraquara. A partir da análise dos dados, foi também possível constatar que, no mesmo período em que os índices da Covid-19 de Araraquara estavam em queda, o oposto ocorreu em São Carlos, que apresentou alta nos índices. Além disso, em relação à curva de novos óbitos ponderados por população, houve redução em Araraquara após o término do lockdown, e crescimento nos demais municípios analisados.


Palavras-chave


Covid-19; Análise de Dados; Lockdown; Modelos Matemáticos

Texto completo:

PDF

Referências


Amaral, F. et al. Towards Providing Effective Data-Driven Responses to Predict the Covid-19in S ̃ao Paulo and Brazil.Sensors, volume 21, 2021.

Bedford, J. et al. COVID-19: towards controlling of a pandemic.The lancet, volume 395,n.10229, pages 1015-1018, 2020.[3] Bi, Q. et al. Epidemiology and transmission of COVID-19 in 391 cases and 1286 of their closecontacts in Shenzhen, China: a retrospective cohort study.The Lancet Infectious Diseases,volume 20, n.8, pages 911-919, 2020.

Bo, Y. et al. Effectiveness of non-pharmaceutical interventions on COVID-19 transmission in190 countries from 23 January to 13 April 2020.International Journal of Infectious Diseases,volume 102, pages 247-253, 2021.

Davies, N. G. et al. Effects of non-pharmaceutical interventions on COVID-19 cases, deaths,and demand for hospital services in the UK: a modelling study.The Lancet Public Health,volume 5, n.7, pages e375-e385, 2020.

Ortega, F. and Orsini, M. Governing COVID-19 without government in Brazil: Ignorance,neoliberal authoritarianism, and the collapse of public health leadership,Global Public Health,volume 15, n.9, pages 1257-1277, 2020.

Phillips, B. et al. Coronavirus 10-day forecast Project.Faculty of Science - Universidade deMelbourne, www.covid19forecast.science.unimelb.edu.au/. Acessado em: 14 de abril de 2021.




DOI: https://doi.org/10.5540/03.2021.008.01.0429

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato