Um estudo da propagação geográfica da dengue no Peru

Nelson Q. Cuba, Lucy T. Takahashi

Resumo


A dengue é uma doença causada por um arbovírus e seu principal vetor é o mosquito Aedes aegypti, que a cada ano invade novas regiões tornando-se endêmica. Neste trabalho as dinâmicas  da dengue e do mosquito Aedes aegypti são descritas, espaço-temporal, por um modelo de metapopulação, para se determinar um possível caminho que a doença percorreu para chegar até a região  norte de Ayacucho, estado no interior do Peru. Para descrever essa propagação considera-se uma  rede formada de n cidades, que estão conectadas entre si, por rodovias ou por hidrovias. Em cada  uma das n cidades considera-se uma dinâmica SI para a população de mosquitos com migração e  uma dinâmica SIR para a população humana com residência fixa. Além de estudar o modelo na sua  forma adimensional, determinamos o número de reprodutibilidade basal, 77o, por meio da matriz da  próxima geração. E os resultados das simulações para descrever essa propagação são compatíveis  com os dados históricos levantados. Além disso, o problema foi implementado computacionalmente  no software GNU Octave com códigos que usam o pacote ode23.  


Palavras-chave


Epidemiologia; Ayacucho; Dispersão; Rodovias; EDO.

Texto completo:

PDF

Referências


Cabezas, C., Fiestas, V., García-Mendoza, M., Palomino, M., Mamani, E. e Donaires, F. Dengue en el Perú: a un cuarto de siglo de su reemergencia, Revista peruana de medicina experimental y salud pública, 32:146-156, 2015.

Cuba, N. Q. Um estudo da propagação geográfica da dengue no Peru, Dissertação de Mestrado, UFJF, 2020.

Shuai, Z. e van den Driessche, P. Global stability of infectious disease models using Lyapunov Functions, SIAM Journal on Applied Mathematics, 73:1513-1532, 2013. DOI: https://doi.org/10.1137/120876642.

Takahashi, L. T., Ferreira Jr., W. C. e D’Afonseca, L. A. Propagarão da dengue entre cidades, Biomatemática, 14:1-18, 2004.

van den Driessche, P. e Watmough, J. Reproduction numbers and sub-threshold endemic equilibria for compartmental models of disease transmission, Mathematical biosciences, 180:29- 48, 2002. DOI:10.1016/S0025-5564(02)00108-6.




DOI: https://doi.org/10.5540/03.2021.008.01.0490

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato