Primeira onda da Covid-19 em Juiz de Fora, MG, Brasil

Daniel M. Barbosa, Walter C. da S. Pires, Patrick de S. Oliveira, Lucy T. Takahashi

Resumo


Neste estudo é apresentado um modelo epidemiológico compartimentai, por meio do qual busca-se descrever a dinâmica da primeira onda da COVID-19 no município de Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil. A população é subdividida em nove compartimentos: suscetíveis, latentes, pré-sintomáticos, assintomáticos, sintomáticos com sintomas leves, sintomáticos com sintomas moderados, sintomáticos com sintomas severos, recuperados e mortos. Considera-se uma mudança de comportamento da população relacionada à ocupação dos leitos e das Unidades de Tratamento Intensivos hospitalares destinados aos pacientes com COVID-19 na cidade. Essa mudança é inserida na taxa de contágio dos indivíduos infecciosos que têm livre mobilidade: os pré-sintomáticos, os assintomáticos e os com sintomas leves. Nas simulações, os números totais de infectados e de mortos ficaram, ao longo do tempo, próximos aos números oficiais fornecidos pela Prefeitura de Juiz de Fora e pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais.  


Palavras-chave


SARS-CoV-2; Modelos Epidemiológicos; Juiz de Fora-MG; Dinâmica.

Texto completo:

PDF

Referências


Brasil, Ministério da Saúde, Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais. Painel de Monitoramento de Casos. Disponível em: http://coronavirus.saude.mg.gov.br/. Acesso em: 30 de out. de 2020.

Brasil, Ministério da Saúde, Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais. Plano Minas Consciente: Retomando a economia do jeito certo. Disponível em: https://www.mg.gov.br/sites/default/files/paginas/imagens/minasconsciente/plano_minas_consciente_3.3_v.5.pdf. Acesso em 15 de fev. de 2021.

Brasil, Ministério da Saúde, Conselho Nacional de Saúde, Brasil confirma primeiro caso do novo coronavírus porém não há motivo para pânico. Disponível em: http://conselho.saude.gov.br/ultimas-noticias-cns/1042-brasil-confirma-primeiro-caso-do-novo-coronavirus-porem-nao-ha-motivo-para-panico. Acesso em: 15 de fev. de 2021.

Brasil, Ministério da Saúde, Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais. BOLETIM INFORMATIVO DO COES MINAS COVID-19. Disponível em: https://coronavirus.saude.mg.gov.br/images/boletim/03-marco/14032020_Boletim_epidemiologico_COVID-19_MG.pdf. Acesso em 15 de fev. de 2021.

IBGE - INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Panorama da população de Juiz de Fora. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/mg/juiz-de-fora/panorama. Acesso em 15 de fev. de 2021.

Patrão, M. e Reis, M., Analisando a pandemia de COVID-19 através dos modelos SIR e SECIAR, Biomatemática, 30:111-140, 2020.

PREFEITURA DE JUIZ DE FORA. Painel gerencial - principais dados covid, 2020. Disponível em: https://covidl9.pjf.mg.gov.br/. Acesso em: 30 de out. de 2020.

Lima, M., Leão, J., Cabral, C., Dias, S., et al. Relatório Técnico: Resposta ao Ofício n. 0174/2020 - GP/FAPEAM - Curva de Contaminação Covid-19 Estado do Amazonas, Tech. Rep., 2020.




DOI: https://doi.org/10.5540/03.2021.008.01.0465

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato