Grafo Bipartido para Análise das Relações entre Pessoas e Lugares

Matheus de Moraes Gonçalves Correia, Matheus Elis da Silva, Jéssica Domingues Lamosa, Vander Luis de Souza Freitas, Leonardo Bacelar Lima Santos

Resumo


Desde os primeiros casos da COVID-19 relatados no Brasil, medidas não farmacológicas, como o distanciamento e isolamento social têm sido adotadas por diversas regiões do Brasil com o objetivo de conter a transmissão do vírus [1]. Nesse contexto, podemos ver como a mobilidade tem um papel importante para a propagação do SARS-CoV-2 [1]. Neste trabalho usamos a teoria dos grafos para analisar as relações entre pessoas e lugares com base na movimentação das pessoas no espaço urbano. [...]


Texto completo:

PDF

Referências


V. L. S. Freitas, G. J. P. Moreira e L. B. L. Santos. “Robustness analysis in an inter-cities mobility network: modeling municipal, state and federal initiatives as failures and attacks toward SARS-CoV-2 containment”. Em: PeerJ 8 (nov. de 2020), e10287. issn: 21678359. doi: 10.7717/peerj.10287.

J. D. Lamosa et al. “Topological indexes and community structure for urban mobility networks: Variations in a business day”. Em: PLoS ONE 16.3 (3 March 2021), e0248126. issn: 19326203. doi: 10.1371/journal.pone.0248126.

P. O. B. Netto e S. Jurkiewicz. Grafos: introdução e prática. Vol. 2. Blucher, 2017. isbn: 9788521211334.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato