Bilateração e geometria de distâncias

Germano Abud, Jorge Alencar, Carlile Lavor

Resumo


Em [3], os autores estabelecem uma “dualidade” entre o DGP (Problema de Geometria de Distâncias) e o EDMCP (Problema de Completamento de Matrizes de Distâncias Euclidianas). Neste trabalho, mostraremos como o teorema sobre o número de soluções (em [1, 5]) pode ser utilizado em conjunto com a bilateração, para o cálculo de certas distâncias desconhecidas. O teorema sobre número de soluções é válido para instâncias de um KDMDGP (K  1), mas trataremos apenas do caso K  2, para o qual faz sentido aplicar o método de bilateração.


Palavras-chave


Geometria de distâncias euclidianas, completamento de matrizes, bilateração

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5540/03.2015.003.01.0224

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato