Controle Ótimo Linear Realimentado do Aedes aegypti

Paulo Henrique Rodrigues, Michele Cristina Valentino

Resumo


O Aedes aegypti é o principal vetor da dengue e de outros vírus e o seu controle é um caso de discussão em questões de saúde pública no Brasil e no mundo. Em 2005, Esteva e Yang propuseram um modelo matemático do controle biológico do mosquito por meio da técnica de mosquitos estéreis [1]. Esta técnica consiste em aplicar uma carga de raios gama nos mosquitos machos ainda na fase de ovo, de forma a torná-los estéreis [2]. A redução da população de mosquitos acontece por conta da competitividade para acasalar entre os mosquitos machos naturais e machos estéreis [2]. No entanto, devemos considerar o custo para o controle do vetor, como apresentado em [5]. Neste trabalho propomos uma estratégia de controle alternativa, ou seja, utilizaremos a estratégia de controle ótimo linear realimentado no modelo considerado em [5], com o objetivo de diminuir a propagação da dengue por meio de controle do mosquito Aedes aegypti tanto na fase aquática quanto na fase alada e também o controle por meio da liberação de mosquitos geneticamente modificados. [...]

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato