Um Modelo de Disseminação de HIV através de Redes Sociais: Um Estudo do Caso Brasileiro de Contágio Sexual entre Homens

Dayse Pastore, Rafael Barbastefano

Resumo


Neste trabalho, combinamos duas técnicas distintas para descrever o contágio de indivíduos infectados pelo HIV. Combinamos um modelo de equações diferenciais ordinárias com os contatos em uma rede social que segue lei de potências. Usamos como parâmetro para calcular a chance de contágio de um indivíduo a carga viral dada por um modelo de EDO que simula o efeito da terapia ART sobre a dinâmica de células infectadas no organismo do seu parceiro sexual. O modelo foi avaliado, comparando-se os dados com o contágio entre homens no Brasil entre os anos de 2003 e 2014, com bom ajuste.

Palavras-chave


HIV, Terapia ART, Modelo Dinâmico, Redes Sociais.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5540/03.2020.007.01.0454

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato