Estimação de Parâmetros de um Modelo Matemático de Crescimento de Células Tumorais Mamárias Sob Tratamento

Maria Eliza Antunes, Izabel C. R. Silva, Paulo F. A. Mancera

Resumo


O câncer de mama é o mais incidente no mundo segundo dados da Organização Mundial da Saúde. A doença apresenta diferentes fatores de risco, resultados e resposta aos tratamentos. Através de um modelo matemático de equações diferenciais ordinárias, realizamos análise de estabilidade local e estimamos parâmetros relacionados ao crescimento das células cancerosas e seu tratamento, utilizando dados experimentais de duas linhagens celulares de câncer de mama tratadas com paclitaxel e citrato de ródio (II). O modelo conseguiu representar o conjunto de dados experimentais em todos os casos apresentados, sendo que para a linhagem MDA-MB-231, o RMSE (do inglês, root mean squared error, raiz quadrada do erro médio) associado ao processo de estimação foi menor e o ICC (do inglês, intraclass correlation coefficient) foi maior.   


Palavras-chave


Câncer de Mama;Modelagem Matemática;Quimioterapia;Linhagem Celular.

Texto completo:

PDF

Referências


P. M. Altrock, L. L. Liu e F. Michor. “The mathematics of cancer: integrating quantitative models”. Em: Nature Reviews of Cancer 15 (2015), pp. 730–745. doi: 10.1038/nrc4029.

M. L. B. Carneiro et al. “Free Rhodium (II) citrate and rhodium (II) citrate magnetic carriers as potential strategies for breast cancer therapy”. Em: Journal of Nanobiotechnology 11 (2011), pp. 1–17. doi: 10.1186/1477-3155-9-11.

L.G. de Pillis e A. Radunskaya. “A Mathematical Model with Immune Resistance and Drug Therapy: an Optimal Control Approach”. Em: Journal of Theoretical Medicine 1 (2001), pp. 79–100. doi: 10.1080/10273660108833067.

D. Hanahan e R. A. Weinberg. “Hallmarks of Cancer: The Next Generation”. Em: Cell 144 (2011), pp. 646–674. doi: 10.1016/j.cell.2011.02.013.

INCA. Estimativas 2020: Incidência de Câncer no Brasil. Online. https://www.inca. gov . br / sites / ufu . sti . inca . local / files / /media / document / /estimativa - 2020 - incidencia-de-cancer-no-brasil.pdf.

P. A. Morettin e W. O. Bussab. Estatística Básica. 6a. ed. São Paulo: Editora Saraiva, 2010. isbn: 978-85-02-08177-2.

L. G. Parajdi et al. “Analysis of the effectiveness of the treatment of solid tumors in two cases of drug administration”. Em: Mathematical Biosciences and Engineering 2 (2021), pp. 1845–1863. doi: 10.3934/mbe.2021096.

A. Salarian. Arash Salarian (2022). Intraclass Correlation Coefficient (ICC). Online. https://www.mathworks.com/matlabcentral/fileexchange/22099- intraclasscorrelation-coefficient-icc.

WHO. Breast cancer now most common form of cancer: WHO taking action. Online. Acessado em 24/02/2022, https://www.who.int/news/item/03-02-2021-breast-cancernow-most-common-form-of-cancer-who-taking-actio




DOI: https://doi.org/10.5540/03.2022.009.01.0256

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato