Ensino de Funções Trigonométricas com Modelagem Matemática

Adriana T. E. Oliveira, Geraldo L. Diniz

Resumo


Para este trabalho foi realizado um levantamento histórico das dissertações produzidas no Mestrado Profissional em Matemática – Profmat, do ano de 2013 a 2018, que trataram do tema trigonometria. Deste processo de levantamento bibliográfico, foram encontradas 134 dissertações, classificadas em dois subtemas: abordagem conceitual e abordagem por aplicações. Este levantamento serviu de suporte teórico para analisar os resultados alcançados no ensino de trigonometria em sala de aula, utilizando as diversas ferramentas metodológicas. Neste contexto, o objetivo foi abordar o ensino de trigonometria, através da modelagem matemática, com a finalidade de enriquecer e fomentar o campo de investigação, sistematização de ideias e conceitos. Além de promover o  papel do professor num ensino mais dinâmico e abrangente, aplicar a Matemática em aspectos que possibilite o aluno pensar situações reais, contextualizar as complexidades e ser capaz de perceber se, enquanto constrói o seu próprio conhecimento. Apresenta uma proposta de ensino que, através     de um experimento, analisa pequenas amplitudes do movimento de um pêndulo simples, numa situação real, em que se faz a contextualização de uma situação-problema para o ensino de conteúdos matemáticos, especificamente trigonométricos.


Palavras-chave


Abordagem Conceitual; Aprendizagem Matemática; Ensino Dinâmico.

Texto completo:

PDF

Referências


G. A. Alves. “Modelagem matemática no ensino da trigonometria”. Dissertação de mestrado. UFMA, 2017.

R. C. Bassanezi. Ensino-aprendizagem com modelagem matemática. 1a. ed. São Paulo: Contexto, 2002. isbn: 85-7244-207-3.

M. S. Biembengut. “30 anos de modelagem matemática na educação brasileira: das propostas primeiras às propostas atuais”. Em: Alexandria – Revista de Educação em Ciência e Tecnologia 2.2 (2009), pp. 7–32.

M. S. Biembengut. “Modelagem matemática & resolução de problemas, projetos e etnomatemática: Pontos confluentes”. Em: Alexandria – Revista de Educação em Ciência e Tecnologia 7.2 (2014), pp. 197–219.

D. Burak. “Modelagem matemática: experiências vividas”. Em: Analecta 6.2 (2005), pp. 33– 48.

A. D. Caldeira. “Modelagem matemática: um outro olhar”. Em: Alexandria – Revista de Educação em Ciência e Tecnologia 2.2 (2009), pp. 33–54.

U. D’Ambosio. Educação matemática: da teoria a prática. 13a. ed. Campinas: Papirus, 2006. isbn: 85-308-0410-4.

U. D’Ambosio. Etnomatemática: Arte ou técnica de explicar e conhecer. 4a. ed. São Paulo: Ática, 1998. isbn: 978-85-080-3757-5.

E. S. Ferreira. “A importâancia do conhecimento etnomatemático indígena na escola dos não-índios”. Em: Em Aberto 14.62 (1994), pp. 89–95.

J. F. C. A. Meyer, A. D. Caldeira e A. P. S. Malheiros. Modelagem em Educação Matemática. 1a. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2011. isbn: 978-85-513-0645-1.

A. T. E. Oliveira. “Ensino de funções trigonométricas com modelagem matemática”. Dissertação de mestrado. UFMT, 2019.

P. V. A. Saldanha. “Uma análise do uso de planilhas eletrôonicas como estratégia no ensino de função afim”. Dissertação de mestrado. UFVSF, 2016.




DOI: https://doi.org/10.5540/03.2022.009.01.0252

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato