A avaliação de larga escala: estratégias de pensamento, atitudes em relação à matemática e desempenho na Prova Brasil

Telma Assad Mello, Marcia Regina Ferreira de Brito

Resumo


Este estudo apresenta um recorte da Tese de Doutorado da primeira autora e teve como principal objetivo investigar relações existentes entre as estratégias de pensamento adotadas pelos alunos em questões de múltipla escolha, concernentes à avaliação de larga escala, as atitudes em relação à matemática e o desempenho na Prova Brasil de Matemática. Participaram da pesquisa 87 estudantes de um 5o ano do Ensino Fundamental de uma escola estadual de Campinas-SP. A metodologia foi desenvolvida em quatro etapas. Os dados foram analisados de forma quantitativa e qualitativa, buscando interpretar os fatores subjacentes à tarefa de solução de problemas aritméticos e, consequentemente, variáveis cognitivas, afetivas e sociais que afetam o desempenho. Os resultados indicaram a existência de uma relação recíproca significativa entre as atitudes, as estratégias de pensamento e o desempenho na Prova Brasil, bem como a relevância do conhecimento prévio na solução de problemas.


Palavras-chave


solução de problemas aritméticos; avaliação em larga escala; atitudes; estratégias de pensamento; desempenho.

Texto completo:

PDF

Referências


Lewis R. Aiken e Ralph Mason Dreger. “The effect of attitudes on performance in mathematics.” Em: Journal of Educational Psychology 52.1 (fev. de 1961), pp. 19–24.

D. P Ausubel e E. V. Sullivan. Theory and problems of child development. Eng. Segunda Edição. New York: Grune & Stratton, 1970.

D.P. Ausubel, J.D. Novak e H. Hanesian. Educational Psychology: A Cognitive View. New York: Holt, Rinehart e Winston, 1978.

M. R. F. Brito. “Habilidades, competências e desempenho de futuros professores de Matemática em um exame em larga escala: um estudo a partir do perfil e dos resultados do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE)”. Em: Periódico do Mestrado em Educação da UCDB. V. 26 (2008), pp. 29–49.

M. R. F. Brito. “Psicologia da educação matemática: um ponto de vista”. Em: Educar em Revista, 1 (especial) (2011), pp. 29–45. 7

M. R. F. Brito. “Um estudo sobre as atitudes em relação à Matemática em estudantes de 1º e 2º graus”. Tese (Livre Docência). Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, 1996.

M. T. H. Chi e R. Glaser. “A capacidade para a solução de problemas”. Em: As capacidades intelectuais humanas, uma abordagem do processamento de informações. Ed. por R. Sternberg. Trad. por D. Batista. Porto Alegre: Artes Médicas, 1992, pp. 250–275.

M. R. L. De Sordi. “Entendendo as lógicas da avaliação institucional para dar sentido ao contexto interpretativo”. Em: Avaliação: Políticas e Práticas. Ed. por B. M. F. Villas Boas. Campinas: Papirus, 2002, pp. 65–80.

R. Gagné. Como se realiza a aprendizagem. Trad. por T. M. R. Tovar. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, 1971.

J. M. L. Hoffmann. Contos e contrapontos: do pensar ao agir em avaliação. Porto Alegre: Mediação, 1998.

V. A. Krutetskii. The psychology of mathematical abilities in schoolchildren. Trad. por J. Teller. Chicago: The University of Chicago Press, 1976.

R. E. Mayer. “A capacidade para a matemática”. Em: As capacidades intelectuais humanas, uma abordagem em processamento de informação. Ed. por R. Sternberg. Trad. por D. Batista. Porto Alegre: Artes Médicas, 1992, pp. 144–168.

T. A. Mello. “Estratégias de pensamento, atitudes em relação à matemática e desempenho na prova Brasil”. Tese de Doutorado. Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, 2015.

J. I. Pozo. A solução de problemas: aprender a resolver, resolver para aprender. Trad. por B. A. Neves. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

Richard R. Skemp. The psychology of learning mathematics. English. Penguin Books [Harmondsworth, Eng., Baltimore], 1971, 319 p.

R. Sternberg. As capacidades intelectuais humanas: uma abordagem em processamento de informações. Trad. por D. Batista. Porto Alegre: Artes Médicas, 1992.

R. J. Sternberg. Psicologia cognitiva. Trad. por M. R. B. Osório. Porto Alegre: Artes Médicas, 2010.




DOI: https://doi.org/10.5540/03.2022.009.01.0227

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SBMAC - Sociedade de Matemática Aplicada e Computacional
Edifício Medical Center - Rua Maestro João Seppe, nº. 900, 16º. andar - Sala 163 | São Carlos/SP - CEP: 13561-120
 


Normas para publicação | Contato